Liliane Brito

Auroville, a cidade do Amanhecer

 

 

Agora passo por Auroville, a "Cidade do Amanhecer”, para as comemorações dos 50 anos de sua fundação!
Indira Gandhi, ex-primeira-ministra da Índia, descreveu Auroville como:


"Um projeto emocionante para promover a harmonia entre diferentes culturas e para entender as necessidades ambientais do crescimento espiritual do homem".


Hoje aqui moram mais de 2 mil pessoas, um terço das quais indianas e as outras vindas de 35 países do mundo todo, inclusive do Brasil.
Foi Mira Alfassa, a Mãe (que faria aniversário neste 21 de fevereiro!), companheira de Sri Aurobindo e co-criadora da filosofia do Yoga Integral, a principal força por trás da manifestação deste lugar tão especial.
Na chamada Carta de Auroville, lida na ocasião da inauguração e transmitida ao vivo pela pela All India Radio (AIR), ela escreveu:

- Auroville não pertence a ninguém em particular. Auroville pertence à humanidade como um todo. Para viver em Auroville, é necessário se colocar como servo voluntário da consciência divina.
- Auroville será o lugar de uma educação interminável, de progresso constante, uma jovem que nunca envelhece.
- Auroville quer ser a ponte entre o passado e o futuro. Aproveitando todas as descobertas de fora e de dentro, Auroville irá corajosamente surgir na direção de futuras realizações.
- Auroville será um lugar de pesquisas materiais e espirituais para uma encarnação viva de uma unidade humana real.


Este lugar é uma confluência única e multicultural, onde a matéria e o espírito, o indivíduo e o coletivo se encontram na busca de uma consciência superior, e onde a proposta é que as relações entre seres humanos, normalmente baseadas em competição e discórdia, sejam substituídas por relações de estímulo ao progresso, a colaboração, relações de verdadeira fraternidade.
Aqui a idéia é que as crianças possam crescer e desenvolver-se integralmente sem perder contato com suas almas. A educação é dada não com o propósito de fazer exames e obter certificados e postos, mas sim para enriquecer as faculdades existentes e produzir novas. Em Auroville deseja-se que títulos e posições sejam suplantados por oportunidades de servir e organizar.

 

Namastê,
Lili Lakshmi

Fonte: Auroville Foundation - https://www.auroville.org/


 

Please reload

Please reload

Encontre por Tags